sexta-feira, 11 de julho de 2008

URBANIZAÇÃO BRASILEIRA


Urbanização Brasileira
As raízes da urbanização brasileira são decorrentes da história, os primeiros centros urbanos surgiram no século XVI, ao longo do litoral devido à produção do açúcar, nos séculos XVII e XVIII, a descoberta de ouro fez surgir vários núcleos urbanos e no século XIX a produção de café foi importante no processo de urbanização, em 1872 a população urbana era restrita a 6% do total de habitantes.

Posteriormente, no início de século XX, a indústria foi um instrumento de povoamento, a partir da década de 1930, o país começou a industrializar-se, como o trabalho no campo era duro e a mecanização já provocava perca de postos de trabalho, grande parte dos trabalhadores rurais foram atraídos para as cidades com intuito de trabalhar no mercado industrial que crescia, esse êxodo rural elevou de forma significativa o número de pessoas nos centros urbanos. Atualmente 80% da população brasileira vive nas cidades, apesar disso, o Brasil é um país urbano, industrial e agrícola.


Ao longo das décadas a população brasileira cresceu de forma significativa, ao passo desse crescimento as cidades também tiveram sua aceleração em relação ao tamanho, formando imensas malhas urbanas, ligando uma cidade a outra e criando as regiões metropolitanas (agrupamento de duas ou mais cidades).


O crescimento desenfreado dos centros urbanos provoca conseqüências, como o trabalho informal e o desemprego decorrente de sucessivas crises econômicas. Outro problema muito grave provocado pela urbanização sem planejamento é a marginalização dos excluídos que habitam áreas sem infra-estrutura (saneamento, água tratada, pavimentação, iluminação, policiamento, escolas e etc.) e junto a isso a criminalidade (tráfico de drogas, prostituição, seqüestros etc.).


A falta de um plano diretor não só demanda problemas sociais como também provoca alterações ambientais, um exemplo dessa realidade é a poluição do lixo, milhões de pessoas consumem e produzem os mais diversos detritos que diariamente são depositados em lixões a céu aberto sem receber nenhum tratamento, esse lixo transmite doenças, polui o lençol freático.
Outra poluição presente nas cidades é a atmosférica, proveniente da emissão de gases de automóveis e indústrias, esses gases provocam problemas de saúde, principalmente respiratórios e, por fim, a poluição das águas, pois os dejetos das residências e indústrias são lançados, sem tratamento, nos córregos e rios, no período chuvoso ocorrem as cheias que dispersam a poluição por toda área.

Em suma percebe-se que a maioria dos problemas urbanos é, primeiramente, de responsabilidade do poder público que muitas vezes são omissos em relação a essas questões, em outros momentos podemos apontar a própria população como geradora de problemas, como o lixo que é lançado em áreas impróprias, na verdade a tarefa de fazer com que a cidade seja um lugar bom pra se viver é de todos os que nela habitam.

28 comentários:

Thaís Pimentel disse...

A urbanização realmente fez com que grande quantidade da população mudassem para as grandes cidades a procura de novos e mais qualificados empregos, já que nas áreas rurais em que moravam, estavam sendo trocados por máquinas.
Este grande crescimento das cidades brasileiras é prejudicial, já que a população não cuida de forma adequada daquilo que lhe pertence, causando grandes transtornos que são muito prejudiciais a saúde e a valorização da cidade, já que, uma cidade suja e poluída, não é bem vista perante a uma sociedade que costuma cuidar de suas cidades como se fossem as suas próprias casas, sem sujar, sem poluir e sem desvalorizar.

Thais Pimentel
2ºC

Patricia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patricia disse...

Com a modernização ocorrida na área rural, houve uma quantidade muito grande de pessoas que se deslocaram para as cidades em busca de algum trabalho, já que o seu foi substituido por maquinas no campo.
Hoje, podemos dizer que o Brasil é um país urbanizado. Essa saída de pessoas do campo em direção às cidades, vem aumentando a população urbana sistematicamente em todo o país. Com isso há mais pessoas para trabalharem do que vaga para emprego, gerando uma grande massa de subempregos e desempregados, que por falta de opção formam os conhecidos "camelos".
A intensa urbanização do País foi acompanhada pelo processo de metropolização, decorrente da grande concentração populacional em um número reduzido de grandes cidades.
Com essa urbanização, o espaço fica dividido entra as "cidades formais", bem estruturadas e com bairros ricos, e as "cidades informais" composta pelas periferias pobres.

Patricia V. Lopes
2ºC

Nana disse...

A principal característica da urbanização brasileira é o aumento contínuo e acelerado da população urbana em comparação à diminuição da população rural.Podendo observar que de um lado , há a cidade formal, na maior parte das vezes bem planejada, com bairros ricos, ruas arborizadas, avenidas largas, privilegiada por equipamentos e serviços. Contrasta, de outro lado, com a cidade informal, composta pela periferia pobre, pelos subúrbios, pelas favelas, com ruas estreitas, sem planejamento, pela ocupação desordenada e sem infra-estrutura adequada.




Allana Fabião


2ºB

pérola disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pérola disse...

Como o texto fala ,com o aumento de oportunidades nas áreas urbanas ,grande parte da população das áreas rurais migraram com um intuito de uma vida melhor ,onde possa ter um emprego digno uma moradia estável.Porem ,com isso ocorreu um grande crescimento populacional centralizado no meio urbano.Causando assim grandes prejuízos a cidade e a própria comunidade.Gerando favelas, desemprego ,poluição(prejudicando a saúde),e a desvalorizando das cidade dando-lhe um aspecto grosseiro .

Pérola Evilyn
2ºC

Amanda disse...

Esses problemas que ocorreram após a urbanização, já era algo previsto, era lógico que a grande incidência nas regiões urbanas levaria os problemas de excessos como o de desempregados, desabrigados e a poluição. Mas como evitar isso?! Se a urbanização era conseqüência de uma evolução tecnológica gerada para a superprodução garantindo um lucro maior para os agricultores... A mão de obra foi desvalorizada nos centros rurais, o que também não é diferente dos urbanos, mas acreditava-se que por ser maior, e as necessidades bem mais abrangentes e com um leque de possibilidades de empregos poderia criar uma esperança para o "interiorano". Realmente é difícil de pensar em uma solução para um problema que só vem a se agravar, ou talvez não seja tão difícil assim criar uma solução, mas sim que os líderes políticos possam colocá-las em pratica, e principalmente como o próprio texto relata, a conscientização e a participação da população deveria ser algo exemplar e comunitário, o que infelizmente não ocorre.

Alessandra disse...

'O processo de urbanização no Brasil, ocorreu com a implantação de indústrias, que por sua vez precisando de trabalhadores, as pessoas saíam do meio rural para ir trabahar nas indústrias e iam formando uma cidade perto da indústria para ter um melhor acesso a indústria.
Toda via que um crescimento urbano precisa ter assistência básica para a população.O que geralmente não acontece.
Porém a população fica esperando que o governo cuide de tudo. E não percebendo que ficar de braços cruzados esperando o governo agir não adianta nada. A população deveria se concientizar e não jogar lixos em lugares impróprios, e até na rua mesmo. Porque para cobrar e exigir seus direitos de cidadão, tem que ser um cidadão e cuidar da sua cidade.'

Alessandra 2º A

Luciana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luciana disse...

O crescimento populacional, devido à intensa urbanização, é algo que se pode ver no dia-a-dia das cidades brasileiras. Engarrafamentos, muitas construções, desemprego. E da para perceber que isso não vem de agora... Esse crescimento é continuo e aumenta devido às necessidades das pessoas principalmente da população rural que emigram para as cidades a procura de emprego.
Com isso a urbanização fica desregular podendo ser prejudicial para a sociedade.

Luciana Rodrigues
2ºA

thiago disse...

Thiago vieira 2ª A

Como pessoas normais reconhecemos que tudo que é realizado de forma não planejada,não sai com uma perfeição desejada, e já que o Brasil segue um processo de urbanização desorganizado ,temos que aceitar como fato os problemas socias imposto pelos acontecimentos.Com o maior aumento do exôdo rural , temos mais populaçoes classificadas como "MARGEM DE MARGINALIZAÇÃO ", pois com a falta de espaço na sociedade , os mesmos recorrem a isto.Sendo um dos principais fatores a falta de investimento na sociedade rural .
Querendo , axar o culpado do fato , não podemos livrar o corpo de todas essas inegligências, assumindo que quem faz seu país , são os habitantes, e lutando por um pais melhor!

Maria Bianca disse...

A questão da urbanização está muito ligada com o surgimento de fábricas que proporcionam emprego para muitos. Por exemplo, em Salvador, com o pólo petroquímico muitas pessoas se mudaram para regiões vizinhas, o que fez com que a população com o passar dos anos fosse crescendo.

Iêda Fattal
2º A

Isa Liz disse...

O crescimento das cidades brasileiras deve-se as pessoas que vieram da area rural em busca de trabalho, pois a mão-de-obra estava sendo trocada por máquinas eficientes e extremamente qualificadas de certo modo, pegando o lugar do trabalhador, fazendo assim, ele ser obrigado a ir para a area urbana e tambem com as industrias em desenvolvimento na cidade o fez ter mais motivo ainda a procura de emprego aqui. Mas com tantas pessoas indo para as cidades, ocorre um crescimento muito grandes com consequencias graves, como o desemprego, e areas que não tem a devida infra-estrutura correta, ou seja, não possuem saneamento básico, água, iluminação, rede de esgotos, e a falta de segurança, que traz problemas para a sociedade inteira, como o tráfico de drogas.
A cidade tambem tem os seus constrastes com favelas e bairros mais estruturados, há uma distribuição de renda incorreta, uns com pouco, e poucos com muito, e isso não é só culpa do gorverno, é nossa culpa tambem, mas ainda esta em tempo de mudar , ainda podemos achar um jeito, e quem sabe achar o lado bom da urbanização e não somente o ruim.

Manuela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Manuela disse...

Os anos foram passando, os interesses foram mudando, o desenvolvimento começou a se acelerar, e assim as pessoas foram trocando o campo pela cidade. Hoje em dia com a grande quantidade de profissões que são exercidas nos grandes centros urbanos, chamam atenção dessas pessoas que procuram melhores oportunidades. O campo que era o mais habitado, aos poucos foi perdendo seu lugar para as grandes cidades.O campo que era o mais habitado, aos poucos foi perdendo seu lugar para as grandes cidades e assim foi acontecendo a urbanização.

Manuela Ramos
2° A
Salesiano Dom Bosco

rafael disse...

Com a saida de pessoas do campo em direção as cidades, os índices de população urbana vem aumentando em todo país.
Na área rural, como os trabalhadores estavam sendo substituidos por máquinas, se voltaram para as cidades, a procura de empregos mais qualificados para uma melhoria de vida.
A Urbanização deveria compreender a existência de uma infra-estrutura capaz de colocar ao alcance da população, os serviços públicos essenciais como transportes, luz, água, esgoto... ou seja, condições de morar e viver. Mais infelizmente muito pelo contrario, com o aumento da população não existe oportunidades de empregos para todos,logo, isso
causa grandes prejuizos a cidade, gerando favelas, aumentando o numero de sub-empregos, baixo indice de educação.

ARIO ARIO ARIO ESSE FOI MEU COMENTARIO

Rafael Nunes
2ºA

Natália disse...

Diferente da Europa que se urbanizou a partir do século XIX com impulsos da revolução industrial, o Brasil começou seu processo de urbanização no século XX de forma rápida por causa das migrações internas e externas que contribuíram para a integração do mercado de trabalho.



Natália Vidal

2º B

Sarah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sarah disse...

A urbanização provocou a mudança das pessoas que viviam nas áreas rurais para as áreas urbanas, a procura de uma melhoria de vida.
Esse aumento na população nas grandes cidades gerou grandes problemas como: favelas, pessoas morando na rua sem o minimo de qualidade, desemprego, violência e muitos outros problemas

sarah evangelista 2°B

vinicius disse...

O grande problema da urbanização brasileira, além do descaso das autoridades, é a falta de planejamento. O cresicimento desenfreado das cidades, causado pelo exodo rural, uma vez que a produção agrícola está cada vez mais mecanizada, tem como principal consequencia uma ocupação desordenada do espaço das cidades, fato que dificulta bastante a implantação de um sistema decente de saneamento basico, policiamento e saúde. Isso acarreta tambem uma marginalização das pessoas que habitam essas areas pela sociedade, ampliando assim o sentimento de revolta das classes menos favorecidas que recebem pouca atenção dos politicos, o que facilita o crescimento da criminalidade.

Vinícius Pinto 2°C

Armando disse...

A intensa urbanização do País foi acompanhada pelo processo de metropolização, decorrente da grande concentração populacional em um número reduzido de grandes cidades. A expansão horizontal das cidades, que vão se encontrando, é chamada de conurbação.
As cidades conurbadas enfrentam problemas com transportes, enchentes e excesso de lixo.
Regiões metropolitanas foram criadas com o objetivo de enfrentar as dificuldades decorrentes das conurbações. Além desses problemas, as cidades brasileiras não conseguem absorver o grande volume de mão-de-obra do campo, gerando uma grande massa de subempregados e desempregados

Armando Lima
2ºC

Tales disse...

A urbanização brasileira se agravou com a mecanização das lavouras oque levou as trabalhados que foram substituidos pelas maquinas em busca de um emprego fossem para as cidades.
Por esses trabalhadors não terem um bom poder aquisitivo foram para as favelas aumentando a população das favelas.
Atualmente essa população não tem recebido a atenção dos politicos que prometem projetos na epoca das eleições e pocos são cumpridos.

Felipe disse...

As raízes da urbanização brasileira são decorrentes da história, os primeiros centros urbanos surgiram no século XVI, ao longo do litoral devido à produção do açúcar, nos séculos XVII e XVIII, a descoberta de ouro fez surgir vários núcleos urbanos e no século XIX a produção de café foi importante no processo de urbanização, em 1872 a população urbana era restrita a 6% do total de habitantes.
Posteriormente, no início de século XX, a indústria foi um instrumento de povoamento, a partir da década de 1930, o país começou a industrializar-se, como o trabalho no campo era duro e a mecanização já provocava perca de postos de trabalho, grande parte dos trabalhadores rurais foram atraídos para as cidades com intuito de trabalhar no mercado industrial que crescia, esse êxodo rural elevou de forma significativa o número de pessoas nos centros urbanos. Atualmente 80% da população brasileira vive nas cidades, apesar disso, o Brasil é um país urbano, industrial e agrícola.
Jorge Felipe 2°A

kissa disse...

A urbanizaçao fez que com as pessoas da zona rural habitassem as cidades.
Com procura de empregos e de novas opoutunidades.
Hoje, podemos dizer que o Brasil é um país urbanizado. Essa saída de pessoas do campo em direção às cidades, vem aumentando a população urbana sistematicamente em todo o país.
Pude concluir que o crescimento populacional, devido à intensa urbanização, é algo que se pode ver no dia-a-dia das cidades brasileiras

bruno disse...

A urbanização brasileira não é formada desde os tempos de hoje.
Podemos citar como exemplos de um tipo de urbanização é a que foi feita
durante o periodo colnial, época de caçadas ao ouro e outros fatores qur contribuiram para que vinhece a surgir as cidades.
A urbanização aqui no Brasil veio aparecer com mais evidencia por agora, porque as grandes industrias e grandes gorvenos cresceram. Por isso nos temos hoje um dos maiores indices de empregos gerados do pais. Esse almento concederavel, se da graças ao almento das cidades, que faz com que as pessoas do meio rural venha à procura de emprego nas capitais.
Isso tambem é bastante prejudicial, pois as cidades vão crescendo de forma desordenada e crescem desornadamente,aumentando assim o indice de poluição como é o caso de uma das maiores capitais do Brasil e do mundo que eh São Paulo.

Bruno Fialho
2º C
P.S: Feu, eu não pude mandar antes o comentario, pois o meu computador esta com problema que, não sei porque não quer lugar. consegui so esse horario para fazer isso.
abraços

T.M.C. disse...

Acredito ser bem legal colocar os créditos do texto acima:

http://www.mundoeducacao.com.br/geografia/urbanizacao-brasileira.htm

Assim os alunos e as pessoas poderão colocar em trabalhos escolares.

Thays disse...

A urbanização é o processo de crescimento das cidades,e por essa razão a população urbana está cada vez mais apertada,causando assim um inchaço de população,falta de emprego e ingresso à marginalização..

Thays disse...

A urbanização é o processo de crescimento das cidades.